CLICK HERE FOR THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES »

Agonia... Solidão

Agonia... Solidão

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Natal = Esperança


Queria escrever uma mensagem de Natal;
Que revivesse o espírito;

Queria dizer feliz Ano novo a todos;
Trazendo à tona a esperança reclusa no peito;

Queria poder trazer alegria onde esta já não existe;
E ver os sorrisos brotarem espontâneos;

Queria trazer paz onde só existe conflito;
E ver os inimigos rodopiando em dança;

Queria poder tanto...;
Tão pouco posso...;


Mas ainda assim o faço...;
Esforço-me por fazer...;

Da melhor forma o que posso...;
Seguindo as regras do coração.



*Deixo dois videos que dizem muito mais do que eu poderia dizer mesmo se escrevesse mil palavras. Deixo como uma homenagem a John Lennon pelos trinta anos de sua morte, e como uma semente de esperança aos corações.

A TODOS UM FELIZ NATAL E UM ANO NOVO CHEIO DE ESPERANÇA, FRATERNIDADE E AMOR.


video

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=-b7qaSxuZUg


video

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=hb2YSAVHmIE

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Leveza...


Imagem: The Kids in the last frontier
Autor: NIKO


Leve..., discreto...;

Tão leve...;

Leve como a brisa fresca das manhãs;

De primavera carregada de fragrâncias;

Das laranjeiras floridas no quintal,

Silvestre aroma;

Pura essência;

Ornada das relíquias imprecisas;

Que nos fazem sorrir despreocupado;

Sem nunca se saber o porquê;

Dessa sensação etérea;

Onde se tem o peito inflado;

Feito um balão pronto a voar;

Bailando em ventos sutis;

E deslizando em canções que remetem;

O pensamento à doçura contida;

Nos rostos cravejados de espinhas;

Da adolescência já finda há décadas

Mas ainda guardada no espírito;

Juvenil daqueles que feito Peter Pan;

Recusam-se a crescer e aceitar;

Que as nuvens são apenas nuvens;

E não cavalos alados com crinas de fogo;

Nem dragões com cara de leão...;

Quão belo e mágico...;

Poder ver nas flores muito além;

Do que elas realmente possuem;

Sorrisos apaixonados...;

Suspiros...;

Sussurros doces...;

Beijos e carícias enfim;

Descobertas da juventude;

Saudades do primeiro amor;

Ânsia pelo próximo;

Liberdade...;

Leveza...;

Peito inflado...;

Voar, voar...;

Espírito jovem...

Eternamente jovem...;


sábado, 17 de julho de 2010

A Infância... (De uma criança Grande...)

Imagem: In Perfect Harmony
Autor(a):
Regiane Cristina

Queima meu rosto...;

Meus olhos se fecham cegos;

Pois o sol da manhã me banha;

Aquecendo-me na manhã fria;

Enaltecida por um céu azul;

Não um azul qualquer;

Mas um azul meio pálido..., mas belo;

Que remete às lembranças d’infância;

De quando eu perambulava descalço;

Pelas estradas de terra e pelo gramado;

Molhado do orvalho cristalino;

E sem preocupação alguma eu vagava;

Encontrando as coisas mais mágicas;

Nas coisas mais simples;

E tudo me parecia belo..., calmo..., perfeito..;

Que perna..., que pena...;

Ter de crescer e perder;

Toda inocência...;

Não...;

Talvez não...;

Dou por mim;

Que por pensar assim;

E sentir algo mais percebo;

Que eu ainda mantenho comigo;

Parte da magia de outrora;

A magia que me faz imaginar reinos eternos;

Onde tudo é possível;

Em uma simples gota d’água;

E já não sei dizer se realmente cresci;

Ou se somente meu corpo cresceu;

Tornando-se essa amálgama distinta;

Que se torna cavaleiro...;

Menestrel...;

Rei...;

Homem...;

Criança...;

...Sonhador...

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Mais uma Manhã... Mais um Dia de Saudade...

Imagem: Procuro-te
Autor(a): shiva_®


Cantam os pardais na alvorada;

E desperto extasiado;

Como se cantassem para mim;

Uma seresta íntima..., complexa...;

De uma delicadeza que faz brotar;

As lágrimas em corações pulsantes;


Sinto-me leve..., mas de certo modo...;

...Triste..., claramente triste...;

Não uma tristeza profunda;

Mas uma mescla de tristeza e saudade;

Por despertar e não ver quem eu amo;

A dormir do meu lado;


Mordo os lábios..., suspiro...;

Entrelaço meus dedos;

E me enrolo mais e mais no cobertor;

Procurando por teu corpo;

Buscando o teu calor que tanto me acalma...;

... Me aconchega nas noites frias;


Em que você se faz presente;

Ao meu lado...;

Ao alcance do meu abraço...;

Ao toque dos meus lábios;

Que insaciavelmente buscam os seus;

Como forma de saciar o desejo;


Furtivo que me embriaga...;

Me domina e me conduz;

Às plácidas lagoas dos jardins;

Místicos do éden;

Onde nossos corações;

São apenas um.