CLICK HERE FOR THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES »

Agonia... Solidão

Agonia... Solidão

sábado, 3 de novembro de 2007


Não penso mais...;
Nem tanto em tudo o quanto;
Pensava nos meus pesares;
Das tardes frias dos olhos;
Que se desprendiam úmidos;

No vazio confuso e tênue;
Das emoções tão fugazes;
Quanto é a alma apaixonada;
Ao despir-se do passado;
E das aversões daquele a quem se ama;

Como se tudo aquilo que ofende;
Aos olhos alheios não fosse mais;
Que uma simples folha caída;
No chão frio de um outono qualquer;
Junto a tantas outras folhas;

De outras tantas árvores;
Envergonhadas em sua obscuridade;
De serem elas também;
Imperfeitas, mas sem perceberem;
Que são também, únicas
.

6 comentários:

Kianda disse...

Imperfeitas porém.. únicas!
Valerá a pena?

Zaira Brilhante disse...

Nem imperfeitas, nem unicas... apenas elas!!! e isso basta ;)

Miosotis disse...

Por vezes temos vontade de não pensar mais... de deixar o vazio entrar em nós, como uma árvore que se despe de suas folhas no Outono!

Poemas e Cotidiano disse...

Que lindo seu poema!
Bjs
MARY

PS: Voce eh o antigo Alquimista?

Gênesis disse...

Essa mesma pergunta ja me foi feita antes. Mas devo dizer que na verdade não sou o alquimista que todos conheciam. Usei esse nome por que de certa forma define meu espírito. Creio que apesar de sermos pessoas diferentes, o sentimento é o mesmo, isso explica tamanha semelhança em nossas palavras.

Atenciosamente:
Gênesis
Jací Paganini
jaci.paganini@gmail.com

Um Momento disse...

cada folha... cada árvore...
cada palavra...
Sentimento...

(*)